Arquivo do dia: 25 de maio de 2013

O Barcelona já comemora o acerto desde o fim da reunião de sexta-feira na Vila Belmiro.


O atacante Neymar anunciou na noite deste sábado a ida para o Barcelona. Por meio de sua conta no Instagram, o camisa 11 disse que irá assinar com o Barcelona na segunda-feira.

“Galera!! Tô aqui reunido com amigos e familiares e eles me ajudaram a escrever algumas coisas aqui… É que não vou aguentar até segunda-feira… Minha família e meus amigos já sabem a minha decisão. Segunda-feira assino contrato com o Barcelona”, escreveu o jogador em sua contado Instagram.

O atacante agradeceu ao clube e à torcida do Santos e confirmou que vai jogar a partida contra o Flamengo, neste domingo, em Brasília, pela estreia do Campeonato Brasileiro.


“Quero agradecer aos torcedores do Santos por esses nove anos incríveis. Meu sentimento pelo clube e pela torcida nunca mudará. É eterno!! Só um clube como o Santos FC poderia me proporcionar tudo o que vivi dentro e fora de campo. Sou grato a maravilhosa torcida do Peixe que me apoiou mesmo nos momentos mais difíceis. Títulos, gols, dribles, comemorações e as canções que a torcida criou pra mim estarão pra sempre em meu coração… Fiz questão de jogar a partida amanhã em Brasília. Quero ter a oportunidade de mais uma vez entrar em campo com o “manto” e ouvir a torcida gritar meu nome… como diz o hino, ‘é um orgulho que nem todos podem ter…’ É um momento diferente pra mim, triste (despedida) e alegre (novo desafio). Que Deus me abençoe nas minhas escolhas… E estarei sempre em Santos!! #Toiss (sic)”, escreveu Neymar.

Magé Online.com

 

O anúncio foi feito durante a visita da presidente Dilma Rousseff à África.

 
O governo brasileiro anunciou que vai cancelar ou renegociar cerca de US$ 900 milhões em dívidas de países africanos, em uma tentativa de estreitar as relações econômicas com o continente.

Entre os 12 países beneficiados estão o Congo-Brazzaville, que tem a maior dívida com o Brasil – cerca de US$ 350 milhões, Tanzânia (US$ 237 milhões) e Zâmbia (US$113 milhões).

As transações econômicas entre Brasil e África quintuplicaram na última década, chegando a mais de 26 bilhões no ano passado.

O anúncio foi feito durante a visita da presidente Dilma Rousseff à África – a terceira em três meses – para participar, na Etiópia, do encontro da União Africana para celebrar os 50 anos da instituição.

Além dos três países já citados, também serão beneficiados Senegal, Costa do Marfim, República Democrática do Congo, Gabão, República da Guiné, Mauritânia, São Tomé e Príncipe, Sudão e Guiné Bissau.

‘O sentido dessa negociação é o seguinte: se eu não conseguir estabelecer negociação, eu não consigo ter relações com eles, tanto do ponto de vista de investimento, de financiar empresas brasileiras nos países africanos e também relações comerciais que envolvam maior valor agregado’, disse Dilma. ‘Então o sentido é uma mão dupla: beneficia o país africano e beneficia o Brasil.’

Estratégia

De acordo com o porta-voz de Dilma, Thomas Traumann, quase todas as negociações envolvem cancelamento das dívidas. O restante, segundo, ele envolve menores taxas e prazos mais longos de pagamentos. ‘Manter relações especiais com a África é estratégico para a política externa do Brasil’, disse. Ele afirmou ainda que praticamente o total das dívidas foi acumulado nos anos 70 e já havia passado por outras renegociações.

O Brasil vem expandindo suas relações econômicas com a África, que é rica em recursos naturais, na chamado coperação Sul-Sul. As negociações entre Brasil e países africanos subiram de U$ 5 bilhões em 2000 para US$ 26,5 bilhões no ano passado.

Na África, empresas brasileiras investem pesado em setores como o petrolífero e o de mineração e em grandes obras de infraestrutura. O Brasil também abriu 19 novas embaixadas na África na última década.

Problemas

No entanto, a sede do Brasil por recursos naturais também é alvo de críticas, especialmente no que diz respeito à atuação de empresas nacionais no continente.

Em artigo sobre a relação Brasil-África publicado em janeiro, o instituto Think Africa Press diz que a crescente ação de empresas brasileiras no continente pode sujar a ‘marca’ do país na região. ‘Agentes privados com agendas distintas estão se tornando cada vez mais visíveis, e há um risco de que isso prejudique o projeto político do Brasil de se retratar como um parceiro que sempre prioriza o benefício mútuo num espírito de cooperação e igualdade’, diz o texto.

Um dos principais exemplos ocorreu no mês passado, quando centenas de manifestantes em Moçambique bloquearam o acesso a uma mina de carvão da Vale. O grupo era formado por trabalhadores que diziam não ter recebido toda a indenização que haviam acordado com a empresa após serem realojados com o início das operações da mina

A Human Rights Watch, ONG que defende os direitos humanos, afirma que eles foram realojados para terras áridas, onde não conseguem produzir, e por isso vêm sofrendo com falta de alimentos. A Vale e o governo de Moçambique prometeram melhoria para os trabalhadores.

A empresa também enfrenta resistência na Guiné, onde obteve licença para explorar uma reserva de minério de ferro. Em julho, moradores ocuparam um acampamento da empresa, acusando-a de descumprir acordo para a contratação de funcionários de etnias locais. Seis manifestantes foram mortos por soldados do governo em ação que, segundo políticos locais, contou com o respaldo da empresa.

A empresa nega qualquer participação no ocorrido na Guiné e diz buscar melhorar as condições de moradia das famílias deslocadas por sua operação em Moçambique.

Já em Angola, quem enfrenta problemas é outra companhia nacional, a construtora Odebrecht. Ativistas a criticam por manter negócios com políticos locais. A empresa nega ilegalidades.

Fonte: BBC Brasil

Neste sábado (25) aconteceu em Londres, na Inglaterra, a grande final da Liga dos Campeões da Europa, entre Borussia Dortmund e Bayern de Munique. O vencedor do duelo inédito em finais da competição foi o Bayern.


O time alemão comandado por Jupp Heynckes venceu por 2 a 1 e conquistou o seu quinto título da Liga dos Campeões. Mandzukic abriu o placar para o Bayern, Gundogan, de pênalti, empatou o jogo.

Nos minutos finais, Robben se recuperou de um gol perdido na primeira etapa e marcou o que deu o título ao clube bávaro.

O holandês Arjen Robben correu o risco de deixar o estádio de Wembley como vilão, mas marcou o gol da vitória do Bayern de Munique no fim do jogo e foi o herói no título da Liga dos Campeões da Europa, depois da vitória por 2 a 1 sobre o Borussia Dortmund.


Apesar de o time do técnico Jurgen Klopp ter começado melhor o jogo, Robben teve duas chances claras de fazer gol no primeiro tempo e desperdiçou ambas, aumentando a pressão por sua dificuldade nas finalizações. Na etapa final, Mandzukic abriu o placar para o Bayern.

No entanto, depois de pênalti cometido pelo brasileiro Dante, Gundogan empatou. O título só foi definido aos 44 minutos, quando Robben recebeu toque de calcanhar de Ribery, driblou marcador e chutou fraco para tirar do goleiro.

Desta forma, o Bayern comemora neste sábado seu quinto título na Liga dos Campeões, já que levantou a taça também em 1974, 1975, 1976 e 2001. O Borussia, por sua vez, continua com apenas uma glória no principal torneio europeu, conquistado em 1997.

O jogo – O Borussia começou melhor a partida, pressionando a saída de bola do rival e dando mais trabalho na frente. A primeira oportunidade saiu em chute da direita de Blaszczykowski, que errou o alvo. Pouco depois, Lewandowski arrematou da meia esquerda e exigiu defesa do goleiro Neuer.

Aos 15, o time de Dortmund quase saiu na frente. Reus cruzou da direita e Blaszczykowski completou da entrada da pequena área, obrigando o goleiro a salvar o Bayern. A sequência de finalizações continuou em batida de Bender, mais uma vez defendida pelo arqueiro.

A resposta do Bayern só saiu aos 26 minutos, quando Mandzukic recebeu bola alçada atrás da defesa e cabeceou com perigo. Weidenfeller espalmou e ainda viu a bola desviar no travessão antes de sair. Apenas três minutos depois, o time de Munique chegou muito perto de balançar as redes.

Em bobeira da defesa adversária, Robben recebeu livre pela direita, invadiu a área e chutou, mas o goleiro fez boa defesa. A jogada perdida serviu para pressionar o holandês, que costuma receber críticas por não finalizar bem.

Depois de ter ficado acuado no início do confronto, o Bayern conseguiu equilibrar a partida, mas ainda levou um grande susto. Lewandowski recebeu de costas para a área, girou sem perder para o marcador, invadiu e chutou, mas Neuer defendeu.

Na resposta, Muller recebeu cobrança de escanteio e desviou de cabeça para fora. Antes do fim do primeiro tempo, Robben perdeu mais uma chance. Depois de erro da defesa, o holandês chutou alto e observou a defesa do goleiro Weidenfeller.

O Bayern começou o segundo tempo com mais presença na frente. Depois de cobrança de escanteio, Martínez desviou e Mandzukic cabeceou fraco, nas mãos do goleiro. Porém, aos 15, o time de Munique abriu o placar. Ribery recebeu pela esquerda da área e, mesmo cercado por defensores, tocou para Robben, que driblou o goleiro e tocou para o meio, onde apareceu Mandzukic para finalizar para o gol aberto.

No entanto, o Borussia não se abalou com o revés e conseguiu chegar ao empate, depois que o árbitro italiano Nicola Rizzoli assinalou pênalti para o time de Dortmund, no lance em que o brasileiro Dante perdeu o tempo da bola e acabou acertando um chute em Reus. Aos 21, Gundogan fez a cobrança para igualar a contagem.

O jogo esquentou depois do empate, e Ribery e Grosskreutz foram advertidos com cartão amarelo depois de terem discutido. Instantes depois, Muller pediu falta na entrada da área, mas o árbitro deu vantagem, que o Bayern não conseguiu aproveitar.

Com a partida nervosa, o Bayern levou perigo novamente aos 41. Lahm cruzou rasteiro da direita, Muller deixou passar e Schweinsteiger finalizou com força, para grande defesa. Aos 44, Robben recebeu na área em toque de calcanhar de Ribery, driblou o marcador e bateu fraco para fazer o gol.

 Magé online.com

Embarcação em construção se desprendeu do Estaleiro Caneco, no Caju.

O acidente com uma embarcação no Estaleiro Caneco, no Caju, na Zona Portuária do Rio, na manhã deste sábado (25), deixou trabalhadores com ferimentos leves. Segundo a Capitania dos Portos, quatro funcionários foram levados a hospitais, sem risco de morrer. O Corpo de Bombeiros informa, no entanto, que atendeu cinco pessoas no local, também sem gravidade. Até as 15h30, não havia detalhes sobre o estado de saúde ou identidade das vítimas.

Cerimônia de lançamento

Batizado de Skandi Angra, o rebocadador de apoio em alto mar se desprendeu da carreira e se lançou ao mar, arrastando outros barcos. Às 15h deste sábado, o navio teria sua cerimônia de lançamento, de acordo com a Capitania dos Portos, que informou ainda ter enviado uma equipe de inspeção e que não houve poluição na Baía de Guanabara devido ao acidente..

Segundo o Corpo de Bombeiros, uma lancha, um helicóptero, um carro de busca e salvamento com mergulhadores e três veículos de apoio terrestre de quartéis diferentes foram enviados ao local.

 Fonte: G1

Nas Laranjeiras, muitos torcedores aproveitaram para assistir ao treino do Fluminense.

 
O novo Maracanã está mexendo com os torcedores cariocas. Milhares deles procuraram os pontos de venda para a compra de ingressos para o amistoso entre Brasil e Inglaterra, no próximo dia 2, às 16h.

As bilheterias do Engenhão, Gávea e Laranjeiras, por exemplo, tiveram filas gigantescas durante toda a manhã deste sábado. No Engenhão, as entradas se esgotaram rapidamente.

 Nas Laranjeiras, muitos torcedores aproveitaram para assistir ao treino do Fluminense.

Confira os preços dos ingressos para Brasil x Inglaterra:

Cadeira inferior central ? R$ 300,00

Cadeira Inferior atrás do gol ? R$ 140,00

Cadeira superior central ? R$ 200,00

Cadeira superior atrás do gol ? R$ 100,00

Arquibancada superior atrás do gol ? R$ 90,00

Fonte: JB

Traficante morto em confronto com PMs no Rio de Janeiro, era gerente geral do tráfico do Bairro conhecido  como Lagoa, em Magé-RJ. 


O traficante de drogas morto durante uma troca de tiros com policiais militares do Regime Adicional de Serviço (RAS), no Complexo do Alemão, zona norte do Rio, era também um dos procurados por policiais da 65º DP de Magé por crime de tráfico de drogas e vários outros crimes cometidos na cidade. Segundo a polícia, Anderson Simplício de Mendonça, conhecido como Orelha, de 29 anos, comandava um dos braços da facção do Comando Vermelho  no bairro da Lagoa no 1º distrito de Magé.

 
Anderson foi baleado em outro confronto, na localidade do Areal. Ele foi levado por policiais à Unidade de Pronto Atendimento (UPA) do Alemão, mas não resistiu. Os outros criminosos conseguiram escapar.

Considerado o quartel-general do Comando Vermelho, o Complexo do Alemão foi ocupado pelas forças de segurança em novembro de 2010 após uma onda de ataques orquestradas por traficantes que levou pânico à cidade. Em meados do ano passado, foram inauguradas quatro Unidades de Polícia Pacificadora (UPPs) no conjunto de favelas.

Policiais da 65ºDP de Magé, se surpreenderam com a notícia da morte de “Orelha” no Alemão, com mandado de prisão expedido pelo judiciário, detetives da 65º DP, estavam prontos para arrestar o criminoso em Magé.

OPERAÇÃO:
No Início em MARÇO/2012, teve início uma operação da polícia civil do Estado do Rio de janeiro, delegada a 65ª DP de Magé, para apurar a atuação do TRÁFICO DE DROGAS da facção COMANDO VERMELHO na localidade da LAGOA/MAGÉ, RJ, verificando que o tráfico está na localidade desde novembro/11.

Dentre os crimes investigados evidenciou-se a prática de  Tráfico de Drogas, Homicídios, Roubos, Receptação, Corrupção de Menores e outros crimes.

Objetivo da operação era cumprir 7 (sete) mandados de prisão e 16 (dezesseis) mandados de busca e apreensão, dentre eles, a do  traficante “Orelha.”

Em um dia a “boca de fumo” o faturamento da facção é de aproximadamente R$ 9.000,00 mês, nas localidades da RUA UM e VILA MAIA, segundo dados da central da Secretaria de Segurança Pública do Estado do Rio de Janeiro.

O Fato pode evidenciar a migração do tráfico de drogas para cidades vizinhas a capital.  Considerado o quartel-general do Comando Vermelho, o Complexo do Alemão foi ocupado pelas forças de segurança em novembro de 2010 após uma onda de ataques orquestradas por traficantes que levou pânico à cidade. Em meados do ano passado, foram inauguradas quatro Unidades de Polícia Pacificadora (UPPs) no conjunto de favelas.

A ocupação das UPP’s, nas comunidades do Rio, sob forte vigilância de policiais militares, estimulam a migração para outros pontos de comercialização de drogas. Magé vem aumentando significadamente as apreensões de drogas na cidade, quase sempre com menores portando pequenas quantidades de drogas, minimizando prejuízos aos traficantes que aliciam jovens para distribuição dos entorpecentes.

Estrutura do crime organizado no Bairro Lagoa-Magé, 1º Distirto.


No organograma do crime, a participação de menores é evidente, no quadro acima, mapeado pela 65º DP de Magé, a atuação de prisão de jovens menores, é uma constante. Policiais civis já haviam constatado a participação de “Orelha”, traficante morto no Alemão esta semana, era um dos gerentes do tráfico do bairro conhecido como Lagoa, no município de Magé .


Entrevistado pela nossa reportagem, o delegado titular da 65ª DP de Magé, Dr. Robson Costa, questionado sobre a migração do tráfico da acidade do Rio para Magé, comentou que “seria prematuro evidenciar o fato de migração de tráfico de drogas por facções  da Capital para Magé, baseado em um fato isolado. Temos trabalhado com diversas incursões em localidades onde possam ter prática de tráfico na cidade, mapeando pontos de venda de entorpecentes, investigando possíveis ligações com facções externas e não temos evidências que tal fato esteja em curso na cidade. A politica local de Segurança Pública, está atenta a possíveis deslocamentos do crime para a cidade, contamos com parceria integrada com 34º BPM, 65º DP de Magé, 66ªDp de Piabetá e a Gurda Municipal da cidade. Nos antecipamos para evitar que o crime se instaure na cidade, prevenindo e combatendo Traficantes  e criminosos que possam comprometer a ordem pública.” 

Alemão fecha bares e escolas por morte de Traficante. Assista ao vídeo. 

Antonio Alexandre, Magé Online.com

 

 

Descoberta reforça a tese de que a ação tenha sido.


Em menos de uma semana de investigação, a Polícia Federal descobriu indícios de que uma central de telemarketing com sede no Rio de Janeiro foi usada para difundir o boato de que o Bolsa Família, o principal programa social do governo federal, iria acabar. Mensagem de voz distribuída pela central anuncia o fim do programa, conforme dados do inquérito aberto no início da semana a partir de uma determinação do ministro da Justiça, José Eduardo Cardozo. A descoberta reforça a tese de que a ação tenha sido organizada.

A polícia tentará agora descobrir quem contratou os serviços de telemarketing e se, de fato, existe algum grupo com interesse político-eleitoral por trás da tentativa de se assustar os beneficiários do Bolsa Família. A polícia decidiu também interrogar, a partir da próxima semana, as 200 primeiras pessoas a fazer saques logo após o início da disseminação dos boatos sobre o fim dos programas. A polícia quer saber como cada um deles foi informado sobre o fim do programa.

— Está comprovado o uso do telemarketing — disse ao GLOBO uma fonte que está acompanhando de perto as investigações.

Os boatos sobre o falso fim do programa começaram a ser difundidos no sábado passado e provocaram uma corrida em massa à agências da Caixa Econômica Federal, pagadora do benefício. Os primeiros saques foram feitos no Maranhão, Pará e Ceará por volta de 11h do sábado passado, 30 minutos depois do registro de uma das ligações da central de telemarketing sobre o falso fim do programa. No dia seguinte, os terminais da Caixa registravam 900 mil saques no valor total de R$ 152 milhões.

A presidente Dilma Rousseff classificou a ação de criminosa. Cardozo disse que a hipótese mais provável é que se tratava de uma manobra orquestrada. A ministra da Secretaria Nacional de Direitos Humanos, Maria do Rosário, chegou a insinuar, no twitter que os boatos teriam partido da oposição. Líderes da oposição reagiram e passaram a levantar suspeitas sobre setores do governo que, no fim das contas, acabariam obtendo dividendos políticos com o caso.

Os investigadores do caso tentam se manter longe dos embates políticos, mas não descartam que o episódio tenha alguma conotação eleitoral. O Bolsa Família tem sido motivo de debate nas principais eleições nos últimos anos. A partir do aprofundamento sobre o uso do telemarketing e de declarações dos beneficiários, a polícia entende que poderá esclarecer o caso.

Fonte: O Globo

 

 

 

 

Choque provocou queda do viaduto sobre o qual eles passavam.

 
O choque entre dois trens de carga em uma interseção de trilhos deixou sete feridos neste sábado (25) no condado de Scott, no estado americano do Missouri.

O incêndio causado pelo choque provocou a queda do viaduto sobre a qual eles viajavam, segundo a polícia.

O despachante Clay Slipis, do gabinete do xerife do Condado de Scott, disse que cinco pessoas que viajavam em carros no viaduto ficaram feridas, assim como os dois condutores dos trens, perto da cidade de Chaffee, no sudeste do Missouri.

 

Assassino confessa o crime e é preso

 
A cobrança de uma dívida teria motivado o assassinato do pedreiro Marcelo Conceição de Souza, de 47 anos, morto a facadas a poucos metros da Unidade de Polícia Pacificadora (UPP) do Morro da Providência, na noite de sexta-feira.

De acordo com a filha da vítima, Monique Oliveira de Souza, de 21 anos, Marcelo discutiu com um vizinho sobre uma dívida referente a uma pequena obra que teria feito. Após presenciar a discussão entre os dois, o filho do vizinho esfaqueou Marcelo, que tentou correr atrás do agressor, mas não resistiu aos ferimentos e morreu no meio da rua.

- Eles nunca discutiram antes. Meu pai nunca foi de se meter em confusão com ninguém. Está todo mundo chocado. Ninguém esperava, ainda mais ser morto por alguém da própria comunidade – afirma Monique.

Marcelo era casado e tinha quatro filhos, sendo uma menina de 7 anos a mais nova. Ainda abalada, Monique está revoltada com a negligência da UPP, inaugurada na comunidade em 2010.

- Sinceramente, está milhões de vezes pior com a UPP. A comunidade passou a ter mais estupros, roubo. Teve um assassinato em frente, daqui a pouco vai ser lá dentro. Ninguém faz nada. Depois que os jornais foram embora, não ficou ninguém lá na UPP.

Assassino confessa o crime e é preso

A Coordenadoria de Polícia Pacificadora divulgou uma nota informando que Claudio Francisco de Amorim, de 40 anos, confessou o crime e foi preso na madrugada deste sábado por agentes da UPP. Ele foi encaminhado para a Delegacia de Homicídios (DH), onde o caso foi registrado.

Ao tomar conhecimento do crime, os policiais da Unidade de Polícia Pacificadora (UPP) da Providência foram ao local e acionaram os bombeiros e a equipe da Delegacia de Homicídios (DH). Lá, os agentes foram informados por moradores sobre a localização do acusado, que aguardava atendimento na UPA do Centro. Os policiais imediatamente foram ao local e prenderam o homem identificado como Claudio Francisco de Amorim, de 40 anos, que estava com ferimentos pelo corpo e confessou o crime. Claudio foi encaminhado para a Delegacia de Homicídios, onde o caso foi registrado.

O comando da UPP Providência esclarece que crimes como este, de natureza passional, dificultam o impedimento da ação por parte da polícia. E ressalta ainda, que o patrulhamento pelo morro ocorre durante 24 horas, com policiais circulando por toda a região distribuídos em viaturas ou a pé. O comando da UPP Providência conta com a ajuda dos moradores disponibilizando o número do telefone (21) 2333-7401 para informações e denúncias.

Fonte: Extra

 

 

 

 

 

Presidente Dilma não moverá uma palha para fazer com que o senador Lindbergh Farias (PT-RJ) desista de concorrer ao Palácio Guanabara; além disso, governo avalia ainda que o governador do Rio blefa quando sugere apoiar Aécio Neves em 2014.

 
A pressão colocada pelo governador do Rio, Sergio Cabral, sobre a presidente Dilma Rousseff para que o PT desista da candidatura do senador Lindbergh Farias (PT-RJ) ao governo do Rio não funcionou.

Relações estremecidas

Nem o PT nem a presidente Dilma, garante dirigente nacional petista, farão qualquer movimento para detonar a candidatura do senador Lindbergh Farias (PT) ao governo do Rio. O chororô do governador Sérgio Cabral, na reunião da cúpula do PMDB, não seduziu o Planalto. Um ministro, próximo à presidente Dilma, afirmou que Lindbergh tem um poderoso potencial eleitoral. E, no comando da campanha petista, prevalece a avaliação que Cabral, a despeito de seu protesto, não tem afinidade nem uma ligação relevante com a direção nacional de seu partido. Os petistas consideram blefe a ameaça de Cabral de apoiar Aécio Neves.

Fonte: Tribuna
Pesquisar
Exact matches only
">
">
">
">
Search in posts
Search in pages
Professional WordPress Plugins
EnglishFrenchGermanItalianNorwegianPersianPortugueseRomanianRussianSlovakSlovenianSpanishVietnameseYiddish


wp_flash_img_show will display here (config: Pub2)
wp_flash_img_show will display here (config: Pub1)